Review: No Man's Land (Call of Cthulhu)





Esta aventura ambientada na primeira guerra mundial será uma das aventuras mestradas no CCW 2015 então resolvi escrever um review. É uma aventura muito boa, em um abiente de guerra escrita bem antes dos atuais cenários de guerra para COC como World War Cthulhu e Achtung! Cthulhu.

Na verdade o livro foi editado pela Chaosium em 1998 e esta aventura foi escrita para o Cthulhu Masters Tournament na GenCon. Como uma aventura estilo torneio ela usa fichas prontas e é uma aventura bastante difícil com mais ação que o usual. Por isso a letalidade é bem alta.

O livro em si tem 78 páginas em P&B, mas apenas 30 páginas é a aventura. O restante são as fichas, handouts, ambientação histórica, etc. A Aventura é dividida em 2 partes e se passa durante o final da 1a Guerra Mundial, na investida na floresta Argonne na França, um batalhões entrou para a história após repelir os alemães mesmo tendo avançado demais na linha inimiga e sofrerem uma série de infortúnios.

A história ficou famosa e foram escritos livros, feitos filmes, e obviamente esta adaptação para RPG.
Nesta aventura os PJs adentram a floresta Argonne para combater os alemães, mas acabam encontrando algo bem mais sinistro. Não vou dar spoillers, mas adianto que vários elementos cthulianos estão presentes. Eu estimo que sejam necessárias 2 sessões para terminar o jogo e recomendo que cada jogador tenha mais de uma ficha na manga para substituir os PJs mortos. Quem se interessar pode comprar o PDF no site da Chaosium que aliás está bem barato.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sistemas de RPG parte 1: Dados

Sistemas de RPG parte 3 - Evolução dos personagens

Sala de jogos pronta e Mesa de jogos