Atualização: Projeto Lowenherz

Tenho postado diáriamente no facebook sobre o Lowenherz, mas como tem gente que não acompanha por lá, periódicamente postarei uma atualização aqui.

O que temos até agora:

Lista dos capítulos do livro:

1- Introdução (bruno escrevendo)
2- introdução ao cenário
3- criação de personagens (pronto)
4- carreiras (50% pronto)
5- habilidades (pronto)
6- talentos (pronto)
7- equipamentos
8- regras
9- combate
10- medo e caos
11- magia
12- bestiário
13- cenário
14- aventuras
15- apêndice (tabelas, fichas, índice)

Frente e Verso da ficha provisória:

Estamos em contato com dois ilustradores que devem mandar algum desenho pra gente em breve, se der certo vou postando os trabalhos.

Estamos escrevendo o capítulo 1 (bruno atrasado he he) e eu as carreiras (capítulo 4) . Vou postar uma lista das carreiras e pegar uma carreira para mostrar de exemplo assim que tiver uma imagem.

O capítulo 1 deve estar pronto em breve e posto na íntegra. Quero incluir um aviso que o jogo tem temas bem darks e não serve para menores de 18 anos e pessoas sensíveis. Para exemplificar alguns temas utilizados no cenário são tortura, mutilação, execuções, estupro, guerra, envenenamento, escravidão, exploração de crianças, etc.

Bom é isso. Este fds continua a campanha do COC 7 à qual quero postar um reporte em breve, assim que terminarmos a parte 1/3, mas também vai um aviso que contém spoilers, pois é uma campanha publicada. Quero postar este fds também mais uma parte da review do livro do mestre do COC 7.

Comentários

  1. Estás atrelando o sistema ao cenário ou o sistema é relativamente neutro? Por exemplo: digamos que se queira jogar uma aventura em Westeros ou na Inglaterra medieval, quão complexa seria a portabilidade do sistema neste caso?

    Quando possível dê mais algumas prévias do cenário. A premissa parece muito interessante.

    ResponderExcluir
  2. Sempre gostei de sistemas casados com o cenário. No caso do LH, não deve haver muita dificuldade em usa-lo com outro cenário. O sistema é de porcentagem, haverão subsistemas para corrupção pelo caos, mas que podem ser completamente ignorados.
    As únicas coisas que talvez não se apliquem à todos os cenários são:

    - combates brutais cuja morte ou lesão grave são realidade em todo conflito. Você pode morrer se alguém te acertar em cheio com uma adaga no meio das costelas.
    - recuperação de dano realista. você fica semanas curando um braço quebrado.
    - low magic. magias muito limitadas, com efeitos colaterais importantes, muita chance de dar errado.
    - não existe algo como reviver um PJ morto ou regenerar um braço amputado.
    - as criaturas serão voltadas para o cenário.

    Fora isto, que tb acredito que possa ser contornado, nada impede do GM fazer suas adaptações. por exemplo criando novas magias, tirando suas limitações, acelerando a cura, criando novas criaturas, etc.
    Os talentos iniciais são totalmente voltados para as nações do jogo, mas podem servir de inspiração para o GM criar outros para o seu cenário tb.

    Vou escrever um post só sobre o cenário em breve. abs

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Sistemas de RPG parte 1: Dados

Sistemas de RPG parte 3 - Evolução dos personagens

Sala de jogos pronta e Mesa de jogos