RPG Sandbox parte 1: O que é isso?

Bom finalmente eu resolvi arrumar tempo para escrever sobre sandbox gameplay. Primeiro preciso explicar o que é isso e a diferença entre o método sandbox de criação de personagens. Já falei várias vezes, mas para resumir, alguns RPGs deixam pouca margem de escolha das opções durante a criação do PJ criando um confinamento compensado por outros tipos de customizações ou por um número muito grande de classes.


Já o sandbox gameplay é uma terminologia que surgiu nos videogames e foi importado pelo RPG de mesa. O exemplo de jogo mais clássico deste gênero é o minecraft. Em certo contexto sandbox é o oposto de outro tipo de gameplay que é a história linear. Ele pode ser entendido também como uma extrapolação ou limite máximo da história não linear já mostrado aqui. As vezes é chamado de Open World.

Na prática funciona assim: o mestre cria um ambiente que pode ter vários tipos de tamanho e os jogadores têm liberdade para explorar o ambiente e encontrar as aventuras que quiserem. Algumas pessoas dizem que sandbox verdadeiro é feita de pura simulação, mas eu acho que não precisa ser tão radical.


Um mundo sandbox pode ser um mundo propriamente dito, uma cidade, uma região, etc e todos os gêneros de RPG podem ser jogados em sandbox. Uma região de um mundo de fantasia medieval aberto à exploração, uma grande cidade em um jogo de horror ou cyberpunk ou uma dungeon enorme, cheia de níveis não lineares, são exemplos de sandbox. O mestre pode inclusive mesclar os estilos. Imagine que os PJs estão em uma aventura linear onde eles recebem uma missão de explorar um castelo. Chegando no castelo então o mestre cria um sandbox onde os PJs podem explorar à vontade e decidir quais sessões do castelo eles querem explorar. Isto é um exemplo pequeno. O sandbox gameplay brilha mesmo em mundos maiores, onde os PJs podem explorar à vontade.

VANTAGENS

- A maior vantagem aqui é a liberdade de escolha e a maioria das pessoas quando apresentados à este gameplay tendem a achar maravilhoso de início, mas o sandbox esconde uma série de armadilhas.

- É muito recompensador quando funciona.

- O mesmo mundo depois de pronto pode ser jogado por muitos grupos diferentes.


DESVANTAGENS

Existem mais desvantagens do que parece de início:

- A preparação inicial do mestre é muito maior do que preparar uma história linear.

- Os jogadores tendem à ficar perdidos sem um "força" os guiando em direção às aventuras.

- Tende a ter muito menos momentos emocionantes que em uma história linear.

- A mortalidade costuma ser muito mais alta, pois como a história não é desenvolvida pensando nos níveis específicos dos PJs, eles podem enfrentar oposição muito maior do que estariam preparados.


Nas próximas partes deste post vou falar de dois assuntos relacionados que são Emergent Gameplay e Procedural Generation e depois vou dar umas dicas de como montar uma campanha sandbox.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sistemas de RPG parte 1: Dados

Sistemas de RPG parte 3 - Evolução dos personagens

Sala de jogos pronta e Mesa de jogos